A cirurgia de redução do estomago traz muitos benefícios para o paciente, além da perda de peso, controla doenças como o diabetes e a hipertensão arterial, levando a uma considerável melhora na qualidade de vida. Com a grande redução da massa corporal, a pele perde elasticidade e se torna flácida. O excesso de pele pode se acumular por todo o corpo e distorcer o contorno corporal, sendo os locais de maior distorção o abdome, as mamas, os braços, as coxas, o dorso e a face. Muitas vezes, mais de uma região do corpo deve ser operada e normalmente os procedimentos são grandes, portando os pacientes precisam estar com boa saúde para se submeter ao tratamento.

A indicação da cirurgia plástica costuma ser um ano e meio após a gastroplastia. As cirurgias mais procuradas são a mamoplastia (com prótese de silicone ou não), a abdominoplastia (podendo ser clássica ou em âncora), o lifting das coxas, a plástica dos braços e o rejuvenescimento facial. O resultado é uma aparência mais normal do corpo, com contornos suaves. A forma mais harmônica é, em essência, a fase final do processo de perda de peso.

< Voltar para o menu inicial